Siga Sexualidado do Casal:

  • sexualidadedocasal
  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • Twitter
  • LinkedIn ícone social

©2019 por Sexualidado do Casal | Psicoterapeuta Bruna Soarez | Brasil

Independência é ser quem você é!

A Inteligência Sexual é composta por 3 habilidades:

1. Informação e conhecimento

2. Recursos emocionais (permitem que você uso o conhecimento)

3. Consciência corporal e conforto (permitem que você se expresse e mostre o que conhece


O conhecimento que as pessoas parecem querer do sexo é "como posso ser bom de cama?". Para quem tem uma "disfunção" convencional, a pergunta é: "Como posso funcionar bem? Como me livro da minha disfunção?" (Isso pode soar como: "Como faço para ensinar minha vulva a se deitar, sentar, rolar no chão, etc...)


Além disso, muitos podem se perguntar: "O que fazer para meu parceiro ser mais animado e mais hábil na cama?" ou "Que posição dá mais prazer?"


Apesar de parecer simpático o desejo de se sair bem sexualmente, esse NÃO deve ser o objetivo. Conhecer as respostas para estas perguntas não é o melhor caminho para ter um sexo melhor.


As informações que você precisa estão em um manual que é só seu, do seu corpo e do corpo do seu parceiro, onde estão guardadas as preferências mútuas de carícias e beijos. Nesse manual você encontrará as mudanças corporais que ocorrerão ao longo do tempo - na consistência da lubrificação vaginal, no efeito das alterações hormonais em sua resposta sexual e outras. Ajuda lembrar que uma dor nas costas pode interferir profundamente em seu desempenho sexual.


Muita coisa que você precisa saber para ter um sexo mais prazeroso não é especificamente sexual.

As habilidades emocionais são necessárias para se sentir satisfeito em muitos aspectos da vida, entre eles, o sexo. Nada pode substituir o crescimento - nem o corpo perfeito, nem a melhor técnica sexual.


E, chegamos ao corpo - onde se localiza toda essa problemática que chamamos de sexo. A ideia popular do papel do corpo no sexo é ser bonito e estar na sua melhor forma para despertar o desejo do parceiro (como se nossa própria imagem vista no espelho pudesse nos excitar). Talvez por isso muitas mulheres não se acham atraentes, nem para si nem para o outro. E por isso se consideram menos elegíveis para o sexo quando envelhecem.

Desenvolver as habilidades de Inteligência Sexual é perceber que para entrar em harmonia com o parceiro, o corpo precisa ser mais tolerante com o prazer e a intensidade. É importante reagir ao que estiver presente no ato sexual, em vez de ter reações traumáticas a antigas experiências dolorosas.



Estes 3 aspectos da Inteligência Sexual, juntos, permitem que o erotismo flua. Eles garantem o bom desempenho sem que ela esteja no centro do pensamento e da experiência sexual. Quando as pessoas dizem querer um "sexo mais íntimo", elas estão se referindo a aspectos da Inteligência Sexual como autoaceitação, autoconfiança, limites bem definidos e autoconhecimento. Ou seja, aceitar quem você é faz parte da sua independência sexual.

29 visualizações